Casa arrumada e crianças felizes: uma combinação possível!

Parece missão impossível ter uma casa arrumada e crianças felizes morando nela. A gente tende a pensar que para deixa-las brincar e se divertirem é preciso tolerar uma constante bagunça. Mas se você preparar sua casa para acolher as brincadeiras é possível combinar as duas coisas sim!

Faz parte do desenvolvimento das crianças o interesse pelas “artes” e elas enxergam toda a casa como uma mistura de parquinho e ateliê de artes plásticas! Para preservar sua casa linda e sua sanidade mental, há duas estratégias que, combinadas, funcionam melhor do que se imagina: as fronteiras e o acolhimento. Vamos a elas:

 

Fronteiras

 

Definir claramente, e de antemão, quais são territórios de brincar e quais não. Mas pense bem antes de combinar com eles, pois se depois você ficar abrindo exceções toda hora, as fronteiras não valerão mais! Mantenha-se fiel a elas, senão não adianta nada!

Se você mora em casa, quanto mais territórios de brincar ficarem do lado de fora, melhor. Geralmente tem mais espaço livre e é mais fácil de “jogar uma mangueira” quanto precisar. Jardins e pátios são ótimos. Se você quer curtir sua varanda e sua churrasqueira livre dos baixinhos, delimite direitinho essa fronteira e deixe bem claro pra elas antes de sair brigando por causa de uma invasão.

A depender do espaço que você dispõe lá fora, recursos simples como piscina de bolinhas ou caixa de areia podem entreter os pequenos durante horas, e o melhor: mante-los ao ar livre. Se por outro lado você tem pouco espaço externo, e também porque há dias frios e de chuva, lembre-se também de criar um espaço dentro de casa onde a bagunça possa correr solta.

caixa-de-areia

Se são varias crianças e ainda pequenas, pode valer a pena que durmam no mesmo quarto para reservar um dos quartos para brincar. Dê preferência ao maior e mais perto da sala, cozinha, escritório, ou outras áreas onde você costuma ficar. É que se esse espaço ficar muito isolado do resto da família, a tendência é que muito pouco seja usado: as crianças gostam de sentir a gente por perto (e nós também a elas!), mesmo que cada um esteja nos seus afazeres.

Abuse de recursos fronteiriços, a depender da idade dos pimpolhos: desde fitas adesivas no chão “desenhando” as fronteiras até cercadinhos valem. Tudo isso não evitará a bagunça, mas a confinará a garantirá que você também disponha de espaços em ordem ao estilo adulto para desfrutar. Não se esqueça jamais que por mais que “o que é meu é seu”, sua casa também é sua e você tem direitos sobre ela!

casa-arrumada-criancas-felizes-destaque

 

Acolher as brincadeiras

 

Uma vez definidas as fronteiras, garanta que as áreas para bagunça sejam adequadas para isso e fáceis de “recuperar” de uma sessão arteira mais intensa. Por exemplo:

 

Parede para pintar

 

Você pode optar por ter uma parede só para as crianças poderem pintar e desenhar à vontade. Assim a diversão do seu filho fará parte da decoração da sua casa. Algumas ideias para você transformar uma parede na galeria exclusiva dos pequenos:

  • parede com tinta lavável: são aquelas em que basta um paninho úmido para tirar as manchas. Muitas vezes nem precisa de uma tinta específica. As tintas acrílicas acetinadas são fáceis de limpar. Vão ficando encardidas com as cores mais fortes, isso sim.
  • parede quadro negro: pintar uma parede com tinta para quadro negro e fornecer giz de quadro com várias cores deixa os pequenos livres para desenhar e apagar os desenhos quando quiserem. E de brinde você ganha uma parede personalizada com obras de arte exclusiva. Cuidado com o pó que isso gera: em áreas ventiladas ele pode se espalhar para outros ambientes.
  • parede de vidro: em termos de limpeza pós-uso é o material mais garantido. Colar um painel de vidro leitoso a uma parede, usando a mesma técnica dos espelhos, é bem seguro e há canetinhas próprias para essa superfície, que saem completamente depois de lavadas.
  • parede de papel: com ajuda de um marceneiro você pode bolar um sistema que permite estender lençol de papel em rolo, daqueles usados em consultórios médicos. A maior vantagem é que o papel aceita vários materiais: lápis de cor, canetinha, giz de cera, tinta… e se alguma arte ficar legal demais, pode ser guardada! Dica: a parede trás deve se revestida com material bem lavável!

 

 

Móveis à prova de rabiscos

 

Algumas crianças enxergam nas portas de armários perfeitas telas de pintura. Você pode estar prevenido para isso também. A melhor opção é revestir as portas interna e externamente com:

  • papel branco: nesse caso você terá que ficar trocando conforme elas forem usando
  • plástico auto-adesivo (popular contact): autocolante e transparente não interfere no visual do móvel e se os pequenos riscarem, é só passar um paninho para tirar as manchas ou trocar. Também há opções estampadas ou em cores lisas, inclusive branco.

 

Mesas para pintar e sujar

 

Uma solução tradicional é instalar sobre o tampo da mesa um vidro do mesmo tamanho. Ele pode ser transparente ou leitoso. Uma boa dica para ele não escorregar sobre a mesa é apoiá-lo sobre bolinhas de silicone, dessas que são vendidas em home centers para proteger portas de armário. Aplique o lado adesivo na madeira e certifique-se que o vidro esteja livre de gorduras (inclusive de dedos) e você verá como o vidro  “trava” nas bolinhas com seu próprio peso.

casarrumada-bolinhasilicone1

casarrumada-bolinhasilicone2

 

Outra ideia mais econômica e menos permanente é cobrir a mesa com toalha de PVC ou plástico transparente, muito usado nas mesas da cozinha e que é fácil de limpar. Você pode grampeá-los na parte de baixo da mesa, assim a toalha não escorrega nem os pequenos conseguirão tirá-lo para pintar a mesa embaixo.

 

Piso à prova de obras de arte

 

Prefira optar por revestimentos fáceis de limpar ou que sejam removíveis:

  • vinil: você pode revestir o piso que já tem em casa com uma camada da chamada lona de vinil. Você encontra esse material na forma autoadesiva que é fácil de aplicar ou aplica um “tapete” solto mesmo, o que é perfeitamente possível para versões mais grossas e menos flexíveis do material.
  • EVA: material comumente aplicado para tatames, além de promover segurança por amortecer quedas, é facilmente removível para lavar ou substituir. Assim os pequenos ficam bem livres para brincar com segurança, riscar e desenhar no chão e o seu piso fica protegido.

casarrumada-tatames

Tapetes e carpetes? Só aqueles que você não se importa se manchar!

 

Estofados imunes a travessuras

 

Alguns tecidos são mais recomendáveis para revestimento direto do estofado ou confecção de capas removíveis: microfibra, linho com pvc, couro sintético ou ecológico, tecidos emborrachados para ambientes externos.

Me parece que a opção mais esperta é revestir os estofados com capas laváveis e removíveis, feitas de tecidos que dá para tirar as manchas com facilidade. Isso mantém o estofado original protegido até as crianças crescerem mais, e ao mesmo tempo sempre prontos para um evento mais formal: é só remover as capas e seu sofá estará novinho.

 

Reduzir os enfeites

 

Decoração minimalista é a que melhor funciona em uma casa com crianças. Às vezes a gente tem que repensar nossas prioridades, o que vale mais pra mim neste momento da vida: ter aquele vaso herdado de uma tataravó exposto na sala ou uma criança que é livre para brincar e se expressar? Por um lado, verdade, as crianças devem aprender que algumas coisas não devem ser tomadas. Mas qual objeto você usará de cobaia para esse aprendizado?

Além disso lembre-se que a infância dos filhos passa muito mais rápido do que se imagina quando são bebês… seu vaso voltará para a sala antes do que você espera!

casarrumada-minimalista

Você também pode aliar o seu apego por alguns objetos com o desenvolvimento saudável dos pequenos. Se for realmente muito importante para você expor alguns itens de decoração que você tenha apego emocional, os coloque longe do alcance deles, até mesmo pela segurança das crianças. Veja NESTE ARTIGO várias dicas para deixar sua casa segura para as crianças.

 

Arrumando a bagunça

 

No mercado você vai encontrar as mais variadas soluções para guarda dos brinquedos e demais acessórios das crianças. São mobiliários super bonitos, coloridos e alguns bem lúdicos.

Bacana usar para decorar oas áreas para brincar. Mas não se iluda: nenhum desses mobiliários que parecem tão bacanas nos catálogos garante a arrumação por si só. Se as crianças não aprenderem o hábito de arrumar ao acabar a brincadeira – ou se não tiver algum adulto que vem arrumar depois delas saírem – não há móvel bacana que resolva.

casarrumada-mobiliario

 

Crianças bem desenvolvidas se tornam adultos bem resolvidos. Mas você não precisa abrir mão de manter sua casa bonita e arrumada em nome da alegria das crianças. Com algumas ideias simples e baratas a decoração da sua casa pode sim conviver em paz com o desenvolvimento das crianças!

 

Para aprender mais:

decoracao-interiores  Curso Decoração de Interiores

 

 

 

fitofloral  Curso Fitoflorais: a saúde ao alcance do seu jardim!

 

 

 

 

 

 

You Might Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *