Como cuidar de suculentas em vasos

Suculentas são aquelas plantas com as folhas mais gordinhas com um líquido dentro. São muito fáceis de cultivar e cuidar em vasos de todos os tamanhos, dentro e fora de casa.

Os cactos também entram na categoria de suculentas e é essa capacidade de “guardar” água que as torna muito resistentes e fáceis de cuidar!

Confira como é fácil mantê-las sempre bonitas. Você só terá benefícios se escolher algumas para o seu cantinho verde.

 

Cuidando de suculentas em vasos

SUCULENTAS-EM-FILA

tipos de vaso

Elas se adaptam bem a qualquer tipo, mas se você está procurando o máximo de praticidade, os de plástico podem ser a melhor opção. Isso porque eles conservam a terra úmida por mais tempo e seguram melhor os nutrientes.

 

regas

 

O que torna essas plantas bem práticas é que elas não precisam daquelas regas diárias, você pode até sair para viajar que elas suportam vários dias sem regar. No verão o ideal é uma rega por semana ou a cada 10 dias, já no inverno você pode aumentar o intervalo para a cada 10 ou 15 dias.

Outros cuidados básicos com a rega é jamais deixar acumular água no pratinho embaixo. Na hora de regar é bom você jogar a água sobre as folhas para tirar a poeira que fica acumulada.

 

evitando pragas

 

Uma mistura de 5 mL de k-otrine e 1 colher de óleo mineral para plantas em meio litro de água é o suficiente para ser pulverizada e evitar pragas. Sempre tenha MUITO cuidado ao manipular o k-otrine.

 

suculentas-mix

 

O substrato ideal

 

É importante a terra estar bem drenada para não encharcar. As seguintes sugestões seguem a medida de 1 parte igual de cada ingrediente

  • terra preta, cascalho de rio (tamanho 01) e húmus
  • terra vegetal, cascalho 01, húmus e carvão vegetal moído
  • Uma sugestão mais simples é usar 1 parte de terra vegetal para 2 partes de cascalho 01

Você pode testar cada uma dessas sugestões para ver qual que se aplica melhor ao clima da onde você mora. Em geral, quanto mais quente e seco o clima, menos drenagem (cascalho) precisa, porque a água evapora mais rápido.

É interessante você adicionar uma colher (das de café) de farinha de ostra em cada vaso, além da mistura de substrato, e é preciso você fazer uma camada no fundo com pedrinhas ou pedaços de manta de drenagem para facilitar o escoamento da água.

 

suculentas-fila

 

Adubação

 

O melhor adubo é o NPK 10-10-10 que é uma mistura que você já compra pronta com 10% de cada nutriente: nitrogênio, fósforo e potássio. Você aplica 5 glóbulos de NPK nos vasos pequenos e uma colher pequena de café para os vasos médios, tudo a cada 2 meses, para garantir um solo bem rico para suas suculentas.

Outro reforço na hora de adubar suas suculentas é a farinha de osso para combater a acidez do solo e fortalecer as raízes e caules das suas suculentas.

 

suculenta-leiteira

 

Luz

 

A maioria das suculentas não é muito fã de um sol forte. Pode parecer estranho, mas nem mesmo os cactos gostam de ficar no sol o tempo inteiro! 4 horas de sol direto é o suficiente para elas.

Se você quer ter vasos com suculentas dentro de casa, é uma boa pedida colocar seus vasinhos em janelas que sejam voltadas para o leste, pois ali elas vão receber sol pela manhã.

Mas se você mora em uma região em que o inverno é mais rigoroso, na época de inverno, pode colocar em uma janela voltada para o oeste. Ali ela pega o sol da tarde que é geralmente mais forte.

Se você for plantar suculentas num jardim aberto, procure um lugar em que elas possam receber sol só pela manhã ou só pela tarde. Um canto do jardim em que a casa ou muro faça sombra durante um turno do dia, por exemplo, pode ser ideal.

 

suculentas-diversas

 

As suculentas dão menos trabalho que outros tipos de plantas e caem bem tanto dentro quanto fora de casa. São bem resistentes ao tempo seco e você não precisa ficar regando todos os dias. Se você aplicar estes cuidados básicos, terá plantas lindas e saudáveis por muito tempo na sua casa ou jardim!

 

Para aprender mais:

decoracao-interiores    Curso de Decoração de Interiores Online

fitofloral    Curso Fitoflorais: a saúde ao alcance do seu jardim

 

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *