Grades: como fazer as pazes com elas

Instalar grades em casa muitas vezes é uma escolha forçada, em nome da segurança. Se juntar isso à alusão a uma prisão… pronto! Você faz os orçamentos todo emburrado, já procura as mais baratas e vai logo bolando um jeito de disfarça-las com cortinas, plantas etc.

Sem se dar conta, você estará desperdiçando uma ótima oportunidade de deixar sua fachada ainda mais bonita! Pois além de aumentarem a segurança da sua casa, as grades e suas linhas finas e plásticas têm um enorme potencial estético.

Elas talvez sejam, junto com o fosso com jacarés, o recurso mais antigo de segurança. Já reparou que lindas as típicas grades pretas da arquitetura colonial espanhola?

Então, se ainda não encomendou as suas, te convido a dar um reboot nessa história e vamos começar de novo esse raciocínio de outro jeito.

 

Os muitos méritos das grades

 

Mesmo que você tenha começado a pensar em ter grades só por causa da segurança, tenha em mente que talvez a questão de segurança tenha aberto uma porta pra você aproveitar TAMBÉM alguns outros benefícios que as grades oferecem. Veja:

  • compostas por tramas de linhas finas, as grades atribuem mais leveza a fachadas e muros muito compactos e robustos,
  • por serem de material maleável, elas aceitam quase QUALQUER desenho, do mais geométrico ao mais rococó. Se adaptam a qualquer estilo!
  • isso inclui a composição de volumes, não fique preso à idéia de grades planas.
  • por comporem superfícies vazadas, são ótimas para fazer fechamentos sem perder a visão do outro lado, pois são transparentes e também…
  • sem perder a ventilação!
  • aliás, se você tiver um patio pequeno ou um jardim de inverno, já pensou se, ao invés de colocar grades nas portas e janelas, fechar o ambiente por cima? Faz efeito de pérgula, um jogo superbacana de sombras vazadas e já garante a segurança de todas as portas e janelas que dão para esse jardim. Olha só este exemplo (claro que em escala maior):

grades-pergola-Chicago

 

Pensamento positivo!

 

Já reconhecendo alguns bons méritos das grades, que tal começar a pensar nelas como um elemento decorativo ou até parte essencial da composição da sua fachada?

Se você já está com a casa levantada, será ainda mais fácil identificar até talvez algum pequeno probleminha que uma grade bem colocada poderá resolver.

Se você quer dar um ar mais detalhado a sua casa, mas teve que escolher janelas prontas de design com poucas linhas retas, uma grade mais trabalhada por vir a calhar, não é?

Convido você a explorar algumas possibilidades com exemplos para se inspirar. Vamos lá?

 

Fechamentos do terreno

 

É talvez o melhor exemplo. Quer quebrar a monotonia e o peso denso do muro? Nada melhor que uma bela grade jogando com partes mais compactas de alvenaria e concreto. Elas atribuem transparência e leveza ao conjunto, equilibrando a composição da fachada. Veja estes exemplos que bacanas.

grades-fechamento-composicao

grades-fechamentos-transparencia

 

E se você quiser que a volumetria da casa seja o destaque, então nada melhor que fechar o terreno apenas com grades, que acabam passando quase desapercebidas se o projeto delas for discreto.

 

grades-fechamento-horizontal

 

Janelas

 

A depender do efeito que você prefere dar a sua janela, além do desenho da própria grade, brinque com a posição dela em relação à janela e à composição da fachada como um todo. Veja:

Ela pode estar embutida, dentro do vão da janela, mais discreta:

grades-interna

 

Ou pode estar levemente sobreposta…

 

Você também pode sobrepôr com uma grade maior que a janela, compondo um contorno como se fosse uma cortina. Esta é uma forma simples de aproveitar grades antigas, encontradas em depósitos de materiais de demolição e que muitas vezes não terão as mesmas medidas das suas janelas:

 

A grade também pode sobressair de forma mais contundente, formando um volume a compôr não apenas o desenho da fachada, como também sua volumetria, com ou sem uma combinação com elementos de alvenaria:

 

Fixação

 

As grades são fixadas à parede de duas formas mais comuns:

1. grapas – é a forma mais segura. As grapas são ganchos soldados à grade e que são chumbados à parede, ou seja, a parede é construída em volta da grapa, que passa a fazer parte da estrutura da parede. Repare na foto abaixo como a grade parece entrar na parede.

grade-grapas

 

2. parafusos com buchas – é uma forma mais simples, rápida, seca e limpa de fixar. Muito útil, por exemplo, se a casa está pronta, pintada, pois não danifica o acabamento. Por outro lado, para não comprometer os atributos de segurança da sua grade, recomendo:

  • Use parafusos longos e buchas adequadas. Se for no concreto, use buchas de aço.
  • Depois de fixados, solde as cabeças dos parafusos à estrutura da grade. Isso impede que os parafusos sejam removidos. Se você não dispõe de máquina de solda, pode soldar você mesmo com pasta epóxi (popular Durepox), que também aceita pintura depois.

 

Última dica

 

Tanto em portas como em janelas, recomendo MUITO que você SEPARE a grade do vidro.

Explico: É muito comum que, pensando ser mais prático, seu serralheiro recomende já fazer a própria janela em quadradinhos. Tome como exemplo a janela da esquerda na ilustração abaixo. Ela tem pelo menos dois problemas:

  1. ao abrir a janela você abre também a grade, perdendo a segurança. Ou seja, se quiser estar seguro, não pode ventilar o ambiente.
  2. há três tarefas que ficam insanas (e por isso, mais caras também!)
    • instalar os vidros,
    • pintar a janela e
    • limpar os vidros.

Prefira fazer um vidro grande, que se abra deixando a grade fixa fazer o desenho que você quiser. O vidraceiro, o pintor, a faxineira e seu bolso vão agradecer muito!

grades-maximar

 

Viu só como as grades não são assim tão vilãs? Dedique um olhar mais positivo a elas e você verá que têm muita beleza e praticidade para você aproveitar na sua casa!

A segurança? Ah, é mesmo! Elas também deixarão sua casa mais segura!

 

You Might Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *