Lustres-mesa

Lustres: 9 dicas práticas para escolher o seu

Casa pronta, hora de escolher os lustres. Veja estas dicas antes de sair para as compras e faça as escolhas certas para sua decoração.

 

Efeito da Iluminação

 

Veja seu lustre aceso antes de comprar. Observe como a luz reflete nas peças e o quanto ela ilumina ao redor. Se achar necessário, não se acanhe e peça ao vendedor outro tipo de lâmpada para você verificar o efeito.

Para mais iluminação, como numa biblioteca ou num escritório, opte por modelos em que as lâmpadas se voltem para baixo, tenham refletores prata ou brancos e, quando tiver difusor, que ele seja transparente ou o mais claro possível.

Se a idéia é uma iluminação mais intimista, modelos com tecidos ou papéis translúcidos, com estampas, texturas ou cores e que escondem a lâmpada promoverão essa sensação de aconchego.

A luz indireta, direcionada para o teto, também promove um ambiente mais caloroso. Se você não previu fazer isso com sancas, há diversos modelos de lustres com esse efeito.

Nada impede também que o lustre tenha uma função estritamente decorativa e não de iluminação, certo? Se for esse o caso, vá logo escolhendo os…

 

Estilos de lustres

 

O mercado oferece uma gama enorme de estilos, dos clássicos candelabros a lustres com visual ultra moderno, há espaço para os descolados e também para os lustres em estilo retrô.

O importante é ser fiel ao seu estilo e principalmente ao efeito que se busca. É possível usar um lustre clássico em uma sala moderna ou um super moderno contrastando com a decoração mais conservadora de um dormitório.

Não precisa sempre ser contrastante. Se você não quer nada muito ousado, pode escolher luminárias que estejam na mesma linha de decoração do ambiente, ou que sejam tão discretas que passam despercebidas.

Cuidado também para não poluir o visual, se o ambiente é rico em informações visuais, um lustre grande e imponente pode acabar poluindo. Em outros casos você pode usar o lustre como ponto focal do ambiente.

lustres-quarto

 

Tamanho

 

A escolha do tamanho do lustre também é importante. Ele deve ser proporcional ao tamanho do ambiente em que ele está.

Em geral, mas não é uma regra rígida, quanto maior o pé direito, maior deve ser o lustre, para não ficar desproporcional.

Se escolher um lustre para ficar sobre a mesa de jantar ou da copa, certifique-se que ele  fique no mínimo a 70cm do tampo da mesa, caso contrário ficará no meio da visão de quem estiver à mesa.

 

Acabamentos

 

O mercado oferece uma variedade enorme de acabamentos: vidros, tecidos, plásticos e metais são algumas das opções. Assim como o estilo do lustre, o acabamento pode interferir no resultado final.

Cuide para não se encantar com um belo lustre dourado e acabar escolhendo todos os outros acabamentos cromados. Se optar por lustres com tecidos, atente para cores e estampa, evitando que entre em conflito com o estofamento das cadeiras ou as cortinas.

 

Limpeza

 

Opte por modelos de fácil limpeza. Se escolher os clássicos com peças de cristal, por exemplo, prefira aqueles que permitem fácil remoção para limpeza.

Muitas vezes a dificuldade de limpeza não está tanto na forma ou material da peça, mas sim em seu acesso. Lustres muito altos e sem mecanismo de acesso fácil podem acabar ficando mais tempo sem limpeza, “enfeiando” a decoração..

Em áreas externas como varandas, que são submetidas a mais poeira, essa dica é ainda mais importante: um lustre difícil de alcançar e limpar pode acabar se transformando num estorvo. Pense bem.

 

Manutenção

 

Lâmpadas fluorescentes e reatores queimam. Embora demore mais para acontecer que nos tempos das incandescentes, com alguma periodicidade isso vai ocorrer.

Imagine quem fará as trocas quando for necessário e avalie bem se o acesso a estas peças é adequado para essa pessoa. Alguns lustres precisam ser quase desmontados com ferramentas específicas só para se remover um reator escondido. Fique atento!

 

Instalação Elétrica

 

Considere sempre a possibilidade de contratar um profissional para fazer a instalação do seu lustre. Embora seja visto como elemento decorativo, o lustre faz parte da instalação elétrica da sua casa e exige cuidados de segurança.

É necessário estar atento à fiação elétrica disponível para a instalação do lustre, quanto maior a potência total das lâmpadas e reatores, maior a necessidade de atenção na escolha dos cabos e maior também o consumo de energia elétrica.

Evite a compra de lustres com soquetes plásticos, que podem aquecer e causar até um curto circuito.

lustres-mix

 

Estrutura 

 

Outro cuidado que se deve ter na escolha é com o peso das peças.

Quando a instalação é feita diretamente em lajes não há grandes riscos, porém se for instalado em forros falsos, é necessária atenção na amarração do lustre na estrutura, que deve ser adequada para suportar o peso da peça. Verifique se você não precisará destruir parte do seu forro só para instalar seu novo lustre e avalie se vale a pena.

 

Disposição no ambiente

 

Numa sala de jantar, certifique-se que ele fique afastado cerca de 1,20m das paredes e que sobre uma faixa de 30cm pelo menos de tampo da mesa para além da projeção do lustre.

Quando no meio de um ambiente sem móveis, cuidado para o lustre não ficar baixo demais e ninguém bater a cabeça ou com os braços ao dançar num salão de festas, por exemplo.

Se usado para dar destaque a um canto da sala, como uma poltrona ou mesa de cabeceira, pode ser colocado descentralizado e até mais baixo que a altura convencional.

 

Anotou as dicas? Agora sim, vá tranqüilo escolher os lustres para sua casa com sabedoria e praticidade! Boas compras!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>