Por que sua porta de correr está travando?

Portas de correr são sofisticadas e promovem um melhor aproveitamento do espaço dos ambientes em relação às portas tradicionais. Por outro lado, seu mecanismo de funcionamento é sensível e por isso requer alguns cuidados para, de uma solução, não se transformar num problema.

 

Entenda o funcionamento

 

As primeiras portas de correr eram apenas “encaixadas” entre duas tiras de madeira paralelas no chão. Essa estrutura trazia alguns inconvenientes como:

 

  1. As portas eram mais duras e difíceis de ser empurradas;
  2. Ao ser empurrada, ela se inclinava e tendia a tombar, por isso travava;
  3. O constante atrito da porta com o piso riscava o chão e a madeira da porta se desgastava;
  4. Como as tiras de madeira no piso ficavam salientes, causavam acidentes com tropeços;
  5. A limpeza do piso entre as duas tiras era bem mais difícil.

 

A busca de soluções para esses problemas fez o design e os mecanismos de funcionamento evoluírem cada vez mais, melhorando muito o desempenho das portas de correr.

Hoje elas são penduradas de um trilho, como uma cortina, e com isso ficaram mais leves e fáceis de ser empurradas.

 

Carrinho e trilho

 

porta-de-correr-trilhoporta-de-correr-carrinho

Com o peso distribuído em dois carrinhos de rodízios, ela já não inclina ao ser empurrada e, portanto, não trava. Veja como é instalado esse sistema:

porta-de-correr-corte

 

Limitadores

 

porta-de-correr-limitador

 

Para não deixar a porta correr para mais longe do que deve, e não correr o risco do carrinho sair do trilho ou da porta bater com força no batente ou na porta oposta (quando são duas folhas de correr), é preciso instalar estas pequenas peças chamadas limitadores. Elas são fixadas ao próprio trilho e bem discretas.

 

No piso

 

Além desses itens, a porta hoje nem chega a encostar no chão e com isso não desgasta nem a própria porta nem o piso como antes. Como você viu, o trilho já não é mais usado no piso, que fica assim livre e contínuo, acumulando menos sujidades e facilitando sua limpeza, além de ser mais seguro.

Para garantir que a porta não balance, é instalado um pequeno pino parafusado ao chão. Ele fica numa posição que garante que fique oculto sob a porta, não importa quanto ela corra para cada lado. A porta agora tem um trilho embutido embaixo dela, que corre por este pino, evitando assim que ela balance. Veja nesta imagem:

porta-de-correr-pino

 

Dicas para sua porta de correr não travar

 

Entendido seu funcionamento, vamos às dicas:

  1. Escolha sempre carrinhos com quatro roldanas, as com duas são mais baratas, claro, mas acredite: não compensa os litros de adrenalina que você vai acumular cada vez que a porta der um tranco ao abrir.
  2. Se algum dia ela der uma “travadinha”, não force! Provavelmente foi alguma sujeira ou um inseto que entrou no trilho e uma das oito roldanas da sua porta travou nele. Se você forçar, a roldana pode mesmo conseguir passar por cima, mas vai levantar a porta toda junto e o carrinho pode sair do trilho. Aí complica e se a porta tiver vidros, eles podem trincar com o golpe.
  3. Se por algum motivo o pino fixo ao chão se soltar, podem acontecer duas coisas:
  • Ele se espremer entre o piso e a folha da porta e trava-la: nesse caso, de novo, não force! Peça ajuda a alguém para levantar levemente a porta enquanto você passa uma colher de pau ou uma faca por baixo da porta para remover o pino.
  • Espremido ou não, a porta ficará sem o pino e portanto solta, balançando, o que cedo ou tarde a fará “descarrilar” do trilho de cima. Procure um profissional para fixar o pino de volta e, enquanto isso, muito cuidado ao usar sua porta.

Como você vê, os mecanismos mais essenciais para o funcionamento adequado da sua porta de correr ficam ocultos, mas merecem atenção!

 

As portas de correr são elegantes e flexibilizam o uso dos espaços. Porém requerem atenção tanto na escolha quanto na manutenção. Por isso, se você já tem uma porta de correr, fique de olho em seu funcionamento e caso ainda não tenha, anote as dicas para escolher com sabedoria e evitar dores de cabeça.

 

2 comments

  1. Ótimas dicas! Estou fazendo o projeto de um closet, e estou pensando em utilizar uma porta de correr para dar acesso ao closet. Quando a porta se abrir, deve ficar embutida no fundo do closet. Isso pode se tornar um problema algum dia? Caso precise de manutenção? Ou acabar ocorrendo o travamento desta porta? Preciso saber os prós e contras em relação a uma porta de correr embutida e uma porta comum.

    Agradeço pela ajuda.

    Att,

    Joabe Alexandre

    1. Olá Joabe,

      Um pequeno problema das portas de correr embutidas é o acúmulo de pó no compartimento onde ela se retrai ao abrir e a dificuldade para acessar esse espaço para limpar. A depender da configuração do seu espaço, esse nicho onde a porta se esconderá pode ser fechado com painel removível para limpeza e manutenção.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *