Projeto de paisagismo: como contratar

Você sonha em ter um jardim lindo, daqueles de revista? Se você não é expert no assunto, então precisa de um projeto de paisagismo.

Mas como se faz isso? Quais profissionais são capacitados e como é o processo de um projeto paisagístico? Tire suas dúvidas:

 

Profissionais de paisagismo

 

Os projetos paisagísticos mais simples podem contemplar apenas a definição de canteiros e espécies das mudas.

No outro extremo, há projetos que incluem a arquitetura de exteriores. Isso abarca correção de níveis do solo, áreas de lazer, lagos, piscinas, pérgulas e demais equipamentos e acessórios.

No mercado há várias formas de contratar o projeto:

  • profissionais autônomos,
  • pequenas empresas de paisagismo que cobram pelo projeto e pela implantação do jardim,
  • grandes empresas que oferecem o projeto como cortesia se você comprar as mudas e demais materiais, alem dos serviços de implantação,
  • você também encontra serviços de projeto online, que fazem o projeto a distancia, mas não se envolvem com a execução.

Avaliar a experiência e o portfólio do profissional antes de contratar ajuda a evitar problemas ao longo do processo. Não hesite em consultar antigos clientes para que seu sonho de jardim não vire um pesadelo!

 

Estudo preliminar

 

Uma vez contratado, o profissional começará fazendo um levantamento do tamanho e topografia da área, das plantas e equipamentos existentes e do que você tem em mente para o jardim.

Tudo isso para definir um programa e saber o que pode manter e o que precisa ser mudado no jardim.

Nessa etapa ele vai apresentar croquis (esboços) iniciais, com mapas esquemáticos em planta para você ter uma idéia de onde ficaria cada coisa. Aproveite este momento para pedir alterações antes das etapas mais detalhadas.

Se não conseguir imaginar como vai ficar, não se intimide: peça para ver fotos das plantas que está indicando no estudo.

paisagismo-desenho

 

Anteprojeto

 

Nessa etapa você começa a ver claramente como vai ficar, as espécies de plantas e os tipos de materiais com que o paisagista planeja trabalhar.

Aqui é feita a estimativa de custo da execução do projeto. Sempre informe-se sobre os preços, e sinta-se à vontade para pedir espécies e materiais mais baratos que não prejudiquem a intenção estética.

Nessa fase você irá se deparar com desenhos mais elaborados, com perspectivas e planta baixa mais detalhada.

Seu paisagista pode apresentar uma maquete virtual em 3D bastante realista. Cuidado para não levar esse realismo eletrônico ao pé da letra. Programas de computador não retratam exatamente a forma e coloração que as plantas terão.

Se você não reconhece uma espécie pelo nome, peça para ver fotos sempre.

Melhor ainda se for uma empresa de paisagismo. Faça as reuniões lá no viveiro e peça para ser apresentado à planta pessoalmente.

 

Projeto executivo

 

Agora o detalhamento é ainda maior. Todos os materiais e medidas são especificados. É o projeto que irá para a obra e seguido para executar a implantação.

Aqui entram as plantas bem detalhadas com:

  • medidas de canteiros,
  • equipamentos,
  • paginações de piso,
  • vegetação, quantidade de mudas,
  • iluminação,
  • irrigação,
  • mobiliário,
  • curvas de nível,
  • desenhos em corte etc

paisagismo-eletronico 

 

Serviços complementares

 

Alguns profissionais e empresas não fazem somente o projeto de paisagismo em separado e cobram um valor pelo projeto e a execução juntos.

Isso pode ocorrer porque trabalham com uma equipe há muito tempo e preferem que ela execute o projeto.

Você pode optar por não utilizar essa equipe, mas seu paisagista deverá supervisionar a execução do projeto e cobrará por isso.

Esses detalhes do que você está contratando devem estar claros no contrato, inclusive devem ser previstas “garantias” pelo menos para o caso de mudas morrerem antes de “pegar”, o que indica má qualidade da muda ou do plantio.

Verifique se esses detalhes estão contidos no seu contrato, e se você está pagando por isso ou não.

 

Honorários

 

O cálculo de honorários leva em conta a área do jardim. Um terreno acidentado ou a inclusão de áreas de lazer, por exemplo, aumentarão o preço. Se você e o profissional optarem por plantas e materiais mais sofisticados, o valor também subirá.

As formas de pagamento variam. O mais usual é você pagar um “sinal” no ato do contrato e o restante ao longo do tempo de execução conforme a evolução dos serviços.

 

Tempo

 

As plantas têm ciclos diferentes para florescer e perder as folhas. Algumas espécies florescem no inverno e outras não perdem as folhas no outono.

Logo na primeira reunião, recomendo que você peça ao paisagista que misture espécies que alternam seu ciclo de queda de flores e folhas para você ter um jardim vivo o ano inteiro.

Além disso, com o passar dos meses e pelo resto da vida do seu jardim, será necessário fazer manutenção, desde regas quase diárias até remoção de ervas daninhas e podas.

Lembre-se que seu jardim é vivo e para mantê-lo lindo ele exigirá atenção.

 

A forma mais garantida de ter o seu jardim dos sonhos é fazendo um projeto de paisagismo. Com esta descrição das etapas, agora você está pronto para procurar um profissional bacana, que combine com você e com o tipo de jardim que você quer.

Siga os passos, valorize seu paisagista e ele retribuirá com um jardim de sonhos para sua casa!

 

Para aprender mais:

iluminacao-paisagismo  Curso Iluminação de Paisagismo (online)

 

 

 

leitura-projeto  Curso Leitura e Interpretação de Projetos (online)

 

 

 

 

 

 

2 comments

  1. Esto interessado em um curso online referente a paisagem de lagos ornamentais e montagens de deck

    1. Olá Manoel!
      Olha, curso online não conheço não… A depender de onde você está, sugiro que entre em contato com o Eiti ou o Lescano Yamazaki, da Aquarios Sol Nascente (www.aquasn.com.br). Eles entendem tudo sobre lagos ornamentais, montam, fazem manutenção e dão cursos, mas até onde sei apenas presenciais.
      Boa sorte e se puder ajudar de outra forma não deixe de entrar em contato!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *